Milhares ficam desabrigados com passagem de ciclone

As tempestades resultantes da passagem do ciclone Debby causou mortes e afetou 90 mil pessoas, somente na Austrália (foto: Reprodução/RTE)

As tempestades resultantes da passagem do ciclone Debbie causou mortes e afetou 90 mil pessoas, somente na Austrália (foto: Reprodução/RTE)

O ciclone Debbie, considerado um dos mais potentes a afetar a Oceania desde 2011, deixou uma série de mortos e de famílias desabrigadas na Austrália e na Nova Zelândia, por conta de inundações nesta segunda-feira (05). Diversas cidades já decretaram estado de emergência e muitos ainda estão desaparecidos.

A polícia do estado de Nova Gales do Sul, no leste da Nova Zelândia, tirou do rio Tweed os corpos de Stéphanie King, de 43 anos, e de seus filhos Ella Jane, de 11, e Jacob, de 7. Os três estavam no interior do veículo em que viajavam quando foram arrastados ao rio pelas inundações na segunda-feira. Outra filha de Stéphanie e que também viajava no carro, Chloe May, de 8 anos, conseguiu escapar, alcançou a margem e alertou os moradores da região.

“Ela (a mãe) estaria viva agora se não tivesse tentado salvar seus filhos. Não tenho nenhuma dúvida de que foi uma heroína”, afirmou o superintendente da polícia Wayne Starling à emissora “ABC”.

Os mergulhadores encontraram a mulher abraçada a um filho no interior do veículo. O policial explicou que localizar o carro foi particularmente difícil, pois não há visibilidade no fundo do rio e os objetos arrastados pela enxurrada podem trazer perigo.

Durante sua passagem pela Austrália, onde Debbie atingiu a categoria 4 até 5, a tempestade causou mortes e afetou 90 mil pessoas, deixando para trás uma situação declarada como “catástrofe” por seu impacto econômico nos setores turístico e agrícola.

Fonte: Terra/ G1

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *